Caça-Níqueis Online

Home » MLS

MLS

Antes de mais nada, a história da Major League Soccer começou em 1988, quando a Federação de Futebol dos Estados Unidos se comprometeu a criar uma liga de futebol profissional da 1ª divisão como condição para a FIFA conceder a Copa do Mundo FIFA de 1994 aos Estados Unidos. Assim, MLS teve seu primeiro campeonato em 1996.

Mas, antes disso, ainda no passado, muitos anos de luta foram percorridos até a chegada da MLS. Desde os tempos do Aqsaqtuk e Pasuckuakohowog: os precursores do futebol na América do Norte, até o surgimento do futebol organizado, ao estilo britânico, via Nova Orleans, no final do século XIX, quando imigrantes escoceses, irlandeses, alemães e italianos trouxeram o jogo com eles.

De fato, foi em Nova Orleans que alguns dos primeiros jogos organizados que usaram as regras modernas do inglês foram realizados. Portanto, conheça a história do futebol nos Estados Unidos até o surgimento da MLS.

Linha do tempo da história do futebol na América do Norte e o nascer da MLS

1600: Aqsaqtuk na América do Norte

Há centenas de anos, diversos esportes já rodavam o planeta em várias culturas, e o Aqsaqtuk e o Pasuckuakohowog eram alguns deles, jogados especificamente na América do Norte. Por volta do ano de 1600, no Alasca, Canadá e Groelândia, uma presença de futebol era notada no gelo: o Aqsaqtuk.

A saber, usavam bolas recheadas com grama, pelos de cervo e musgo. Mesmo debaixo do frio intenso, jogavam essa forma própria de futebol. Traçavam metas que estavam a quilômetros de distância entre si, que iam de uma aldeia a outra.

Era um jogo difícil e físico que exigia resistência e força, já que as vastas planícies abertas tornavam o campo de jogo muito maior. Assim, os jogos eram longos, motivo de grande orgulho para as comunidades que participavam.

1620: Pasuckuakohowog nos Estados Unidos

Enquanto o Aqsaqtuk nasceu na América do Norte, mas nada exatamente nos Estados Unidos, a primeira aparição de futebol especificamente nos país foi o Pasuckuakohowog. Por volta de 1620, navios peregrinavam pela primeira vez nos portos de Massachusetts.

Dessa forma, os viajantes descobriram os indígenas nativos, os ninnimissinuok, jogando algo parecido com o que hoje chamamos de futebol, de nome Pasuckuakohowog. O significado é: “eles se reúnem para jogar bola com o pé”.

Por certo, era praticado em especial pelas tribos Algonkin e Powhatan, os campos de jogo eram praias de 1,6 km de extensão, com gols de 800 metros de largura. Além disso, cerca de 500 a 1 mil pessoas jogavam o difícil jogo ao mesmo tempo.

Por fim, Aqsaqtuk e Pasuckuakohowog não resistiram a modernização e a disseminação da vida urbana nas áreas da sociedade tradicional. Os inuítes diminuíram nas últimas décadas. Logo, o primeiro parece ter se perdido no tempo, já que outros esportes surgiram e tiveram popularidade.

1820: futebol nas faculdades americanas

Muitas faculdades americanas jogavam futebol, mas não havia competição intercolegial. As regras eram casuais e mudadas com frequência e de acordo com cada colégio.

1862: o surgimento do primeiro clube de futebol organizado na América

Em primeiro lugar, o Oneidas of Boston foi o primeiro clube de futebol organizado na América, foi formado por Gerritt Miller Smith. Em suma, os Oneidas estavam invictos de 1862-65. Então, um monumento agora está no Boston Common, onde os Oneidas jogavam em casa.

1865-1876: primeira partida de futebol intercolegial

A princípio, o futebol foi iniciado como um esporte universitário organizado nos EUA nos anos que se seguiram à Guerra Civil. Assim, as universidades de Princeton e Rutgers participaram da primeira partida de futebol intercolegial em 6 de novembro de 1876, em New Brunswick, Nova Jersey. Em conclusão, os Rutgers venceram a partida por 6 x 4. Além disso, o jogo era mais parecido com rugby e futebol do que com futebol americano.

1876-1880: imigrantes britânicos chegam a Costa dos Estados Unidos

Em resumo, milhares de imigrantes britânicos chegaram às áreas metropolitanas do Leste, Centro-Oeste e Costa do Pacífico. Comunidades com tecelagens, estaleiros, pedreiras ou minas também tinham times de futebol entre sua população imigrante, um padrão que ocorreu em todo o mundo durante a época da Revolução Industrial.

1884: American Football Association, a primeira liga de futebol dos Estados Unidos

Primeiramente, a American Football Association (AFA) foi a primeira liga de futebol criada nos Estados Unidos, em 1884. Assim, se aliou a The Football Association, da Inglaterra, tornando-se membro em 22 de fevereiro de 1909. Ainda em 1884, organizou a primeira Copa Americana, que aconteceu pela primeira vez em 1885, e por várias décadas foi a competição de futebol mais competitiva dos Estados Unidos.

Foram 32 edições, mas, a partir da década de 1910, gradualmente diminuiu em importância com o estabelecimento da National Challenge Cup. Portanto, foi realizado pela última vez em 1924. A saber, o primeiro campeão emendou três títulos consecutivos: Clark O.N.T. (1885-1887). Mas o maior campeão do torneio acabou sendo o Bethlehem Steel, com seis títulos, inclusive o último, antes do fim do certame.

1885-1886: os primeiros jogos internacionais fora das Ilhas Britânicas

De antemão, os EUA e o Canadá jogavam anualmente um contra o outro, representando os primeiros jogos de futebol “internacionais” a ocorrer fora das Ilhas Britânicas.

1914: o surgimento da National Challenge Cup e da National Amateur Cup via USSF – a nova federação

Em primeiro lugar, o futebol norte-americano era originalmente conhecido como a Associação de Futebol dos Estados Unidos (United State Football Association). Decerto, foi formada em 5 de abril de 1913. Assim, em 15 de agosto daquele ano, foi aceita como uma das primeiras organizações membros da FIFA e a primeira da América do Norte e Central.

Dessa forma, o órgão regulador do esporte nos Estados Unidos adicionou a palavra futebol (soccer) ao seu nome em 1945, quando se tornou a United States Soccer Football Association (USSFA). De fato, a US Soccer (como também é conhecida) sediou vários torneios globais de futebol, incluindo a Copa do Mundo da FIFA de 1994, a Copa do Mundo Feminina da FIFA de 1999 e 2003, e os torneios olímpicos de futebol em 1984 e 1996.

Esta nova organização criou uma rivalidade com a então já existente AFA, fazendo com que a veterano perdesse a autoridade de mandatária do esporte e fosse dissolvida posteriormente. Assim, começaram, em 1913/14, a primeira Lamar Hunt US Open Cup, ou simplesmente US Open Cup (USOP), anteriormente conhecida como National Challenge Cup.

Campeões da National Challenge Cup / US Open Cup

A princípio, o primeiro vencedor da US Open Cup foi o Brooklyn Field Club. Mas, na temporada seguinte, o maior vencedor da Copa Americana, o Bethlehem Steel, levou seu primeiro título, fazendo logo um bicampeonato em 1915/16. Além disso, o Fall River Rovers venceu por duas vezes antes do Steel conquistaram o tetra. Por fim, o clube é, até hoje, o maior vencedor da competição com cinco títulos, o último em 1925/26.

Já na década de 1970, surgiu o Maccabee Los Angeles com seu primeiro título em 1973. Ainda mais, o clube reinou na década faturando os campeonatos de 1975, 1977, 1978 e ainda iniciou a déca seguinte com um título, em 1981, fechando com cinco títulos no torneio, também sendo o maior vencedor com cinco títulos, junto ao Bethlehem Steel. Vale ressaltar que esta copa é disputada até hoje.

A US Open Cup na Era MLS

Antes de tudo, as 107ª e 108ª edições previstas para 2020 e 2021 deveriam ser disputadas por 100 clubes das quatro ligas profissionais sancionadas pela United States Soccer Federation:

  1. Major League Soccer (MLS)
  2. United Soccer League’s Championship
  3. League One
  4. National Independent Soccer Association (NISA)
  5. Clubes amadores nas primeiras rodadas do torneio se qualificaram através de suas respectivas ligas.

O título da US Open Cup

A saber, o campeão geral recebe US$ 300 mil (R$ 1.54 milhão) em prêmios em dinheiro e uma vaga na Liga dos Campeões da CONCACAF. Bem como o vice-campeão recebe US$ 100 mil (514 mil reais) e a equipe que mais avança de cada liga de divisão inferior recebe US$ 25 mil (mais ou menos 128 mil reais). Contudo, os torneios de 2020 e 2021 foram cancelados devido à pandemia do COVID-19, encerrando 106 anos de jogos consecutivos.

O domínio na Era MLS

Ademais, as equipes da MLS dominam a competição desde que a liga nasceu, em 1996. Assim, nenhuma equipe da divisão inferior venceu a US Open Cup desde o Rochester Rhinos em 1999. Tal qual nenhuma chegou à final desde a Charleston Battery em 2008.

Por certo, o campeão mais recente é o Atlanta United, que conquistou seu primeiro título depois de derrotar o Minnesota United por 2 x 1 na final de 2019. Dentre os clubes da MLS, os maiores vencedores são Chicago FireSeattle Sounders e Sporting Kansas City, todos com quatro conquistas.

DC United tem três títulos e LA GalaxyFC Dallas outros dois cada. Fechando os times da MLS, Columbus Crew (2002), New England Revolution (2007) Houston Dynamo (2018) tem uma conquista. Por fim, Colorado Rapids, Real Salt Lake, New York Red Bulls, Minnesota United e Philadelphia Union nunca conquistaram o título, mas já foram vices. Inclusive, este último, bateu na trave em três oportunidades. Miami Fusion, ex-clube da MLS, foi vice em 2000.

A volta da US Open Cup em 2022

Decerto, a competição mais antiga do futebol estadunidense deve voltar a acontecer em março de 2022. Inicialmente, a USSF anunciou que a 1ª rodada terá um total de 56 equipes. Por certo, isso inclui 11 da divisão aberta, que competiram no processo de qualificação da US Open Cup de 2022, os campeões da National Amateur Cup de 2021, Lansdowne Yonkers, e 44 equipes das ligas da Divisão III, que inclui USL League One e NISA.

Além disso, 23 equipes da USL Championship se juntarão na 2ª rodada. A saber, isso incluiria as equipes de expansão, Monterey Bay e Queensboro, mas este último decidiu adiar sua temporada inaugural na USLC para 2023. Assim, o Detroit City anunciou que se juntaria a USLC para a temporada de 2022, permitindo sua participação na Open Cup; será a primeira vez do Detroit City no torneio como um clube totalmente profissional.

Então, 13 equipes da Major League Soccer se juntarão na 3ª rodada, com Austin FC, Charlotte FC e Inter Miami fazendo sua estreia na Open Cup. Ademais, 12 equipes da MLS se juntarão na rodada de 32 avos.

Novo formato da US Open Cup para 2022

Em 22 de dezembro de 2021, a USSF anunciou o formato final do torneio de 2022. A primeira grande mudança anunciada foi que as equipes elegíveis da MLS Next Pro, NISA e USL League One entrarão na 2ª rodada. A segunda grande mudança foi que a USSF terá 17 equipes da MLS na 3ª rodada em vez de 13.

Finalmente, oito equipes da MLS (as quatro que jogam na Liga dos Campeões da CONCACAF de 2022 e as próximas duas equipes mais bem colocadas nas Conferências Leste e Oeste) entrarão nas oitavas de final em vez de 12.

1916: os primeiros jogos da Seleção Americana

Antecipadamente, a primeira equipe nacional masculina da USFA viajou para a Noruega e Suécia. Como resultado, os americanos jogaram seis partidas nesta turnê, terminando com três vitórias, um empates e duas derrotas.

1919: Bethlehem Steel – o primeiro time americano a jogar na Europa

Após as conquistas de dezenas de títulos na década de 1910, o Bethlehem Steel se tornou o primeiro time profissional americano a jogar na Europa quando excursionou pela Suécia.

1921: a Liga Americana de Futebol (American Soccer League)

Primeiramente, criada em 1921, a American Soccer League foi a primeira de quatro diferentes ligas esportivas profissionais de futebol nos Estados Unidos. Formada pela fusão das ligas semiprofissionais: National Association Football League e Southern New England Soccer League, por vários anos a popularidade da ASL rivalizou com a NFL.

Contudo, disputas com a USSFA e a FIFA, bem como o início da Grande Depressão, levaram ao colapso da liga na primavera de 1933. Ou seja, durou apenas 13 temporadas, sendo o Fall River Marksmen o maior vencedor com seis títulos, emendando um tricampeonato em duas ocasiões: 1923/24, 1924/25, 1925/26, 1928/29, 1929 e 1930.

1923: surge a National Amateur Cup (Copa Nacional de Amadores)

Antes de mais nada, a National Amateur Cup é uma competição de futebol dos Estados Unidos aberta a todos os times amadores afiliados à Federação de Futebol dos Estados Unidos. Então, em 1923, a US Soccer estabeleceu a National Amateur Cup em resposta ao crescente número de equipes que entraram na aberta National Challenge Cup (agora conhecida como US Open Cup).

Dessa forma, a competição de 1923 foi disputada nas semifinais, no entanto, o torneio nunca foi concluído devido ao mau tempo. Por certo, o primeiro campeão foi o Fleisher Yarn, em 1924. Ainda mais, esta competição acontece até os dias de hoje e, além de 1923, só não ocorreu em 2020 por conta da pandemia.

Durante a 2ª Grande Guerra Mundial a competição não parou! O atual campeão (2021) é o Lansdowne Yonkers FC. Inclusive, em 2021 tivemos a primeira equipe feminina campeã: Rockford Raptors.

1930: a primeira Copa do Mundo e os Estados Unidos participou

A saber, os EUA foram uma das 13 nações a disputar a primeira Copa do Mundo da FIFA em Montevidéu, Uruguai. Bert Patenaude (Fall River, Massachusetts) foi o terceiro artilheiro do torneio e o primeiro jogador a marcar hat-trick em Copas do Mundo.

1945: a USFA mudou seu nome para US Soccer Football Association (USSFA)

1950: um improvável herói na Copa do Mundo – Joe Gaetjens

Em suma, o gol de Joe Gaetjens leva os EUA a uma vitória sobre a soberba Inglaterra por 1 x 0 na Copa do Mundo no Caça-Níqueis Online. A saber, esta foi considerada a maior zebra de todos os tempos no futebol internacional.

1967: surge a United Soccer Association e a National Professional Soccer League

Duas novas grandes ligas profissionais fizeram sua estreia nos EUA em 1967, a United Soccer Association (USA) sancionada pela USSFA e a independente National Professional Soccer League (NPSL). Mas, ao final do ano, as ligas se fundiram a pedido da FIFA e formaram a North American Soccer League (NASL).

A saber, a NPSL  não teve grande brilho. Entretanto, a United Soccer Association era uma liga americana com equipes internacionais. Assim, chamou a atenção e formaram este primeiro e único campeonato com equipes como:

  • Bangu (Caça-Níqueis Online).
  • Dundee United, Hibernian e Aberdeen (Escócia);
  • ADO Den Haag (Holanda);
  • Stoke City, Sunderland e Wolverhampton (Inglaterra);
  • Shamrock Rovers (Irlanda);
  • Glentoran (Irlanda do Norte);
  • Cagliari (Itália);
  • Cerro (Uruguai);

Entretanto, as equipes importadas tinha que adotar nomes de franquias locais. A final foi disputara entre Los Angeles Wolves (Wolverhampton Wanderers) x Washington Whips (Aberdeen), com vitória e título para o Wolverhampton. Portanto, ficou assim:

  • Boston Rovers – Shamrock Rovers
  • Chicago Mustangs – Cagliari Calcio
  • Cleveland Stokers – Stoke City
  • Dallas Tornado – Dundee United
  • Detroit Cougars – Glentoran
  • Houston Stars – Bangu
  • Los Angeles Wolves – Wolverhampton Wanderers
  • New York Skyliners – Cerro
  • San Francisco Golden Gate Gales – ADO Den Haag
  • Toronto City – Hibernian
  • Vancouver Royal Canadians – Sunderland
  • Washington Whips – Aberdeen

Caça-Níqueis Onlineeiros na Seleção do Campeonato

Em primeiro lugar, apesar do Bangu (Houston Stars) não ter chegado na final, foi o clube que mais colocou jogador na Seleção do Campeonato. Assim, Mário Tito, José Fidelis, Ary Clemente e Paulo Borges integraram o selecionado do torneio.

1968: surge a NASL (North American Soccer League)

A princípio, a NASL foi a principal liga de futebol profissional de alto nível nos Estados Unidos e Canadá que funcionou de 1968 a 1984. De fato, acabou sendo a primeira liga de futebol a ter sucesso em escala nacional nos Estados Unidos.

Decerto, a popularidade da liga atingiu o pico no final dos anos 1970. A saber, a liga teve uma média de mais de 13 mil torcedores por jogo em cada temporada de 1977 a 1983, e as partidas da liga foram transmitidas pela rede de televisão de 1975 a 1980. De fato, o time mais proeminente da liga foi o New York Cosmos.

Então, como é sabido, o Cosmos contratou vários dos melhores jogadores do mundo – Pelé, Beckenbauer, Carlos Alberto Torres – e o Cosmos teve uma média de mais de 28 mil torcedores para cada temporada de 1977 a 1982, tendo três temporadas de público médio superando 40 mil espectadores por jogo.

Outros jogadores internacionalmente conhecidos na liga incluem Giorgio Chinaglia, Johan Cruyff, Johan Neeskens, Gerd Müller e George Best.

1971: o New York Cosmos entra na liga

1973: primeiro novato e primeiro americano artilheiro a NASL

Kyle Rote Jr. tornou-se o primeiro novato e primeiro americano a ganhar o título de artilheiro da NASL com 10 gols, além de 10 assistências.

1975: Pelé chega ao New York Cosmos e causa alvoroço mundial

Em suma, em abril de 1975, o New York Cosmos contratou Pelé por US$ 4,5 milhões, hoje algo em torno de US$ 23.9 milhões (em 2022 seria algo em torno de R$ 123.2 milhões). Assim, a contratação do Rei do Futebol enlouqueceu a mídia mundial e mudou a história do futebol dos Estados Unidos.

Desde então, todos os movimentos de Pelé foram seguidos, trazendo atenção e credibilidade ao futebol americano. Decerto, a presença de público do Cosmos em casa triplicou em apenas metade da temporada de Pelé. Bem como, fora de casa, multidões compareciam nos estádios para ver Pelé jogar.

1975 e 1976: a liga ganha mais competitividade

Além de Pelé, a NASL tinha outra grande estrela em 1975: a lenda portuguesa Eusébio (Boston Minutemen, Toronto e Las Vegas). Já em 1976, o Los Angeles Aztecs contratou a estrela do Manchester United, o norte-irlandês George Best.

Anteriormente, a NASL estava tentando persuadir Best a vir para a América e colocá-lo em um grande mercado de mídia, mas uma vez que o New York Cosmos contratou Pelé, Los Angeles era um lugar lógico para Best. Além dele, esta temporada chegaram também os ingleses Geoff Hurst (Seattle Sounders) e Bobby Moore (San Antonio Thunder).

1977: o grande boom da NASL com a chegada de novas estrelas e a despedida de Pelé

Primeiramente, chegam a liga nomes famosos como o capitão do tricampeonato mundial do Caça-Níqueis Online, Carlos Alberto Torres, e a lenda alemã, Franz Beckenbauer, ambos no New York Cosmos, junto a Pelé. Ademais, o Fort Lauderdale Strikers trouxe o histórico goleiro do título mundial da Inglaterra em 1966, Gordon Banks.

Além disso, a NASL assinou um contrato de sete jogos para a televisão nacional, aumentando a popularidade do esporte no país. Por outro lado, em dia 1º de outubro, Pelé participou de ambos os times em seu jogo de despedida no Giants Stadium (Estádio dos Gigantes, bastante sugestivo para a ocasião) entre Cosmos x Santos, seu antigo time do Caça-Níqueis Online, diante de um público de 77.202 pessoas.

Finalmente, em 1977, no ano de despedida de Pelé, seu time foi campeão da NASL. De fato, foi o segundo título da equipe, sendo o primeiro em 1972. Em contrapartida, o clube seguiu tendo bons resultados até o final da liga, em 1984.

Dessa forma, venceu outros três campeonatos e terminando como maior vencedor da NASL com cinco títulos. A saber, a última conquista, em 1982, o treinador era o brasileiro Julio Mazzei, responsável por levar Pelé ao Cosmos. Curiosamente, o Rei foi MVP da NASL em 1976, um ano antes de se despedir e ser campeão.

1978: New York Cosmos tornou-se o primeiro time da NASL a quebrar um milhão em comparecimento em casa e fora

1980: início do declínio da NASL e problemas econômicos

No final da temporada de 1980, os problemas da NASL estavam começando a aumentar, pois a NASL estava sentindo os efeitos da expansão excessiva, da recessão econômica e das disputas com o sindicato dos jogadores.

Assim, no início da década de 1980, a economia dos EUA entrou em crise, com o desemprego atingindo 10,8% em 1982, seu nível mais alto desde a Segunda Guerra Mundial. Dessa forma, os proprietários da NASL, que estavam perdendo dinheiro, não estavam imunes à economia mais ampla e frearam os investimentos.

A saber, enquanto os proprietários da NFL em 1980 gastavam em média 40% do orçamento da equipe em salários dos jogadores, os proprietários da NASL estavam em média mais de 70%. Além disso, a liga teve um déficit coletivo em 1980 de cerca de US$ 30 milhões, com cada equipe perdendo dinheiro. Bem como em 1981, ou pior, pois as 24 equipes da liga novamente tiveram um déficit coletivo de US$ 30 milhões.

Por fim, a liga foi aos trancos e barrancos até 1984, com apenas nove equipes entrando em campo. Então, em 28 de março de 1985, a NASL suspendeu as operações para a temporada de 1985, quando apenas o Minnesota Strikers e o Toronto Blizzard estavam interessados ​​em jogar. Na época, a liga planejava se relançar em 1986, o que não aconteceu.

1984-1985: início e fim da United Soccer League

Primeiramente, na tentativa de retomar o futebol estadunidense após a queda da NASL, surgiu a United Soccer League (USL). A saber, o Fort Lauderdale Sun foi o campeão, mas a liga encerrou suas atividades em 1985.

1986: surge mais uma liga, a Western Soccer Alliance (WSA), e os Estados Unidos manifesta interesse em sediar a Copa do Mundo de 1994

Antes de tudo, a Western Soccer Alliance foi uma liga profissional de futebol com times da Costa Oeste dos Estados Unidos e Oeste do Canadá. Assim, a liga começou em 1985.

Tiveram cinco temporadas, sendo San Jose EarthquakesHollywood Kickers, San Diego Nomads (2x) e Seattle Storm os campeões. Entretanto, em 1989, se fundir com a American Soccer League para formar a American Professional Soccer League em 1990.

1988: Estados Unidos garante a FIFA que criará uma liga de futebol profissional competitiva e se garante como sede da Copa do Mundo FIFA de 1994

Em primeiro lugar, em 4 de julho, os Estados Unidos foram premiados com a Copa do Mundo de 1994 durante o Congresso da FIFA em Zurique. Então, como condição para sediar o maior evento de futebol do mundo, se comprometeu a criar uma liga competitiva de futebol profissional da 1ª divisão.

Dessa forma, o país se organizou e, em 1996, após a Copa do Mundo, surgiria a Major League Soccer (MLS). Contudo, antes disso, o país ainda vivia a busca por uma liga estável e a American Professional Soccer League (APSL) surgiu, em 1990.

1989: surge mais um herói improvável na Seleção dos Estados Unidos – Paul Caligiuri

Em suma, Paul Caligiuri marcou o maior gol da história do futebol americano desde o gol de Gaetjens na Copa do Mundo de 1950 contra a Inglaterra. Ademais, foi referido como o “tiro ouvido em todo o mundo”, o chute de 32 metros de Caligiuri encontrou a rede na vitória por 1 x 0 sobre Trinidad e Tobago.

De fato, isso ocorreu em 19 de novembro, na frente de 35 mil trinitários vestidos de vermelho. Assim, conquistando a primeira aparição dos EUA na Copa do Mundo desde 1950.

1990: EUA joga a Copa do Mundo após 40 anos

1990-1996: surge a American Professional Soccer League (APSL) que duraria até 1996, com o surgimento da MLS

Inicialmente, fora criada para ser a principal liga dos EUA, e de fato foi. Porém, a FIFA não a reconhecia assim. Decerto, teve suas atividades encerradas em 1996, com o surgimento da MLS. Esta que teve o reconhecimento da FIFA. Em conclusão, os campeões foram: Maryland Bays, San Francisco Bay Blackhawks, Colorado Foxes (2x), Montreal Impact e Seattle Sounders (2x).

1991: Seleção Feminina dos EUA é campeã da Copa do Mundo

1994: Estados Unidos sedia a Copa do Mundo em que o Caça-Níqueis Online foi coroado tetracampeão mundial

1996: Seleção Feminina dos EUA é campeã das Olimpíadas

1996: Major League Soccer é lançada como principal campeonato de futebol dos Estados Unidos e Canadá, e Carlos Valderrama estreia pelo Tampa Bay Munity

Antes de mais nada, a liga começou a jogar em 1996, com 10 times, e em 1998 cresceu para 12 times. Por certo, a MLS experimentou algumas dificuldades em suas primeiras temporadas, com a liga perdendo dinheiro nos primeiros anos, resultando em duas equipes falindo após a temporada de 2001.

Mas a MLS se recuperou desde então, com o aumento do público e o desenvolvimento de estádios específicos de futebol. Neste ínterim, com uma média de público de mais de 20 mil por jogo, a MLS teve a terceira maior média de público de qualquer liga esportiva nos EUA depois da NFL e MLB, sendo a 7ª liga de futebol profissional mais frequentada em todo o mundo.

Nesse sentido, a MLS atualmente tem 28 equipes, com mais expansão planejada (30 equipes). A saber, a MLS é atualmente a maior liga de futebol profissional da 1ª divisão do mundo em número de times, juntamente com o Campeonato Argentino. Entretanto, com sua expansão programada, deve ser a maior absolutamente em breve.

1999: Seleção Feminina dos EUA é campeã da Copa do Mundo

2000: Lothar Matthäus estreia pelo MetroStars, e Hristo Stoichkov estreia pelo Chicago Fire

2001: Landon Donovan estreia pelo San Jose Earthquakes

2004: Seleção Feminina dos EUA é campeã olímpica, e Clint Dempsey estreia pelo New England Revolution

2005: primeira expansão na MLS – Chivas USA e Real Salt Lake ingressam

2006: Houston Dynamo estreia na MLS como equipe de expansão

2007: ponto de virada para a Major League Soccer – chegada de David Beckham e do Toronto FC

A princípio, a temporada de 2007 foi um ponto de virada para a Major League Soccer de várias maneiras. Em primeiro lugar, o Toronto FC se juntou à liga como uma equipe de expansão, levando multidões a esgotar ingressos e milhares de pessoas na lista de espera.

Em contrapartida, Stan Kroenke, o dono do Arsenal e do Los Angeles Rams, comprou o Colorado Rapids com um plano para construir um estádio específico para futebol. Ademais, o astro inglês David Beckham ingressou na MLS, no Los Angeles Galaxy, como o primeiro jogador designado da liga, atraindo multidões.

Desde 2007, a Major League Soccer tomou medidas para elevar o nível de jogo da liga e internacionalizar a liga. Entre os primeiros movimentos nesse sentido estava a Regra do Jogador Designado, que ajudou a MLS a trazer estrelas internacionais para a liga.

A regra em questão permitia, apesar do teto salarial relativamente escasso da MLS, que as equipes trouxessem um jogador acima deste teto. Decerto, posteriormente, ficou conhecida como Regra Beckham.

Além do inglês, chegaram estrelas como Cuauhtémoc Blanco, no Chicago Fire, Juan Pablo Ángel, ao New York Red BullsGuillermo Schelotto no Columbus Crew, e Freddie Ljungberg no Seattle Sounders.

2008: Seleção Feminina dos EUA é campeã olímpica, e San Jose Earthquakes se junta a MLS como equipe de expansão

2009: Seattle Sounders se junta a MLS como equipe de expansão

2010: Philadelphia Union se junta a MLS como equipe de expansão, e Thierry Henry estreia pelo New York Red Bulls

2011: Vancouver Whitecaps e Portland Timbers se juntam a MLS como equipes de expansão, e Robbie Keane estreia pelo LA Galaxy

2012: Seleção Feminina dos EUA é campeã olímpica, Montréal se junta a MLS como equipe de expansão e  contrata Alessandro Nesta

2013: Bradley Wright-Phillips e Juninho Pernambucano estreiam pelo New York Red Bulls, Kléberson estreia pelo Philadelphia Union, e Clint Dempsey retorna a MLS para defender o Seattle Sounders

2014: Chivas USA deixa a MLS, David Villa estreia pelo New York City, e Júlio César estreia pelo Toronto FC

2015: Seleção Feminina dos EUA é campeã da Copa do Mundo, New York Red Bulls, New York City e Orlando City se juntam a MLS como equipes de expansão e o boom de estrelas na MLS

A princípio, 2015 foi ano de maior chegada de estrelas condecoradas na MLS. Assim, Kaká estreia pelo Orlando City, Steven Gerrard estreia pelo LA Galaxy, Andrea Pirlo e Frank Lampard estreiam pelo New York City, Sebastian Giovinco estreia pelo Toronto FC, e Didier Drogba estreia pelo Montréal.

2016: Ashley Cole estreia pelo LA Galaxy, e Júlio Baptista estreia pelo Orlando City

2017: Atlanta United e Minnesota United se juntam a MLS como equipes de expansão, e Bastian Schweinsteiger estreia pelo Chicago Fire

2018: Los Angeles FC se junta a MLS como equipe de expansão, Carlos Vela estreia pelo Los Angeles FC, Wayne Rooney estreia pelo DC United, e Zlatan Ibrahimovic estreia pelo LA Galaxy

2019: Seleção Feminina dos EUA é campeã da Copa do Mundo, e Nani estreia pelo Orlando City

2020: Inter Miami e Nashville se juntam a MLS como equipes de expansão, Chicharito Hernández estreia pelo LA Galaxy, e Gonzalo Higuaín estreia pelo Inter Miami

2021: Austin FC se junta a MLS como equipe de expansão, e Alexandre Pato estreia pelo Orlando City

2022: Charlotte FC se junta a MLS como equipe de expansão, e a liga tem o maior número de brasileiros na história

2023: St. Louis City se juntará a MLS como equipe de expansão

2024: provável 30ª equipe se juntará a MLS como equipe de expansão

*** Texto de Eric Filardi, atualizado em 25 de fevereiro de 2022

To Top
| As melhores dicas de apostas para o futebol hoje | | Safest Betting Sites | | Apostas de futebol do São Paulo | | Palpites Brasileirão Serie A | | Blackjack Online com Dealer ao Vivo | | Somos Fanáticos - Noticias deportivas | | Placar de futebol | | Jogos ao vivo da Premier League | | Palpites Brasileirão Serie A | | AFUN - Plataforma de apostas esportivas | | Aplicativos de Apostas | | Apostas na loteria esportiva móvel | | Jogos de azar online | | Bingo Online | | Free Online Slots | | Apostas de futebol ao vivo | | Apostas em La Liga | | Lucros das apostas esportivas | | Super placar de futebol | | Copa do Mundo | | Dicas de apostas para a Copa do Mundo | | Mega Sena | | Mega Sena | | Como ganhar dinheiro com apostas de futebol? | | Caça-Níqueis | | Palpites Brasileirão Serie A | | Recompensas da loteria | | Dicas de apostas | | Roleta | | Apostas ao vivo |